Oficinas

13h30 às 16h30 – OFICINAS  (em salas)

Mediador responsável por todas as oficinas: Doutorando em Comunicação Eduardo Romero

OFICINA 1 – HABILIDADES RELACIONAIS E EMOÇÕES POSITIVAS: EXPERIENCIANDO RESILIÊNCIA – Ana El Achkar (RJ) e Henriette Porciúncula. (40 VAGAS)

OFICINA 2 – O DESENVOLVIMENTO DA RESILIÊNCIA – A ARTE DE LIDAR COM A ADVERSIDADE COMO VANTAGEM – Elisa Leão (Brasília, DF). (25 VAGAS)

OFICINA 3 – COMO SER RESILIENTE EM MEIO AO CAOS – Cesartina António Muxlhanga (Moçambique) e Silvia Tavares Farina (Campo Grande, MS). (40 VAGAS)

OFICINA 4 – RESILIÊNCIA: QUE SEJA SEMPRE UMA PONTE PARA O CAMINHO – Adriane Lobo (Campo Grande, MS). (40 VAGAS)

OFICINA 5 – LEVE MATERNAR –  Público alvo: Todos que se relacionam ou vão se relacionar de alguma forma com crianças, sejam pais, mães, educadores, professores, tios, avós, babás, gestantes.

Objetivo: Construir uma relação de respeito com as crianças, colocar na prática a Disciplina Positiva de um jeito simples e prático, entender os desafios de comportamento e o cérebro da criança, compreender como podemos ser firmes e gentis ao mesmo tempo e não usar punições nem ameaças. Mudar a relação que temos com as crianças da nossa vida e aprender que não precisamos mandar para conseguir o que desejamos. Ensinar a desenvolver habilidade de vida nas crianças, como resiliência, empatia, cooperacão, autonomia e confiança. Você vai aprender na prática como encorajar uma criança, como fortalecer o vínculo com seu filho, bem como várias outras dinâmicas divertidas. – Cinthia Andrade (SP). (40 VAGAS)

OFICINA 6 – COMO AS COISAS QUE FAÇO HOJE CONTRIBUEM PARA MINHA HISTÓRIA? UMA REFLEXÃO ATRAVÉS DA LINGUAGEM FOTOGRÁFICA – Kétilly Dayane Faria Gomes (Adamantina, SP). (40 VAGAS)

OFICINA 7 – VOZ INFANTIL E CANTO EM CONJUNTO – Serão discutidos nesta oficina os limites e possibilidades da voz infantil, com embasamento teórico, e serão apresentadas estratégias didáticas para canto em conjunto, tendo como base o trabalho prático desenvolvido no PCIU – Projeto Coral Infantojuvenil da UFMS.  Profa. Dra. Ana Lúcia Gaborim (Campo Grande, MS). (40 VAGAS)

Os Três primeiros colocados – Sessões de Comunicações Individuais / Sessão de Pôsteres terão espaços para oficinas 8, 9 e 10.